Alguém anotou a placa do caminhão verde-amarelo?

16/08/2010 às 10:52 | Publicado em China, Fabíola, Grand Prix, Paula Pequeno, Seleção brasileira | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

Não vou tocar aqui as trombetas do Armagedon para Dani Lins, que jogou bem contra o Japão e a República Dominicana. Mas não tem como deixar de exaltar a grande atuação de Fabíola contra a China. Ao contrário dos outros jogos em que entrou, ela não sentiu a pressão e foi uma das melhores em quadra no melhor jogo do Brasil este ano.

No primeiro set, sua atuação foi digna daqueles tempos em que levantamento não era uma preocupação na seleção feminina. No 22º ponto da etapa, ela, mesmo desequilibrada, levantou uma bola quase perdida de primeiro tempo para a Thaísa, que cravou na quadra chinesa.

O fato de Fabíola e Paula Pequeno terem saindo jogando nesta segunda surpreendeu a muitos (inclusive eu), mas acabou sendo uma aposta certeira do técnico José Roberto Guimarães. A ponteira não teve números expressivos no ataque (somente 4 pontos), mas deu um grande volume na defesa e mais importante: começou a retomar a confiança que parecia perdida nas últimas semanas.

A atuação das duas reforça a tese de que o time feminino começa a adotar um dos grandes trunfos da seleção masculina: a capacidade do banco em suprir os titulares. Uma palavra que, aliás, defendo que não deve ser levada a sério. Exceção feita às centrais, atualmente ninguém pode se dizer garantida. Nem Sheilla, já que Natália andou a substituindo muito bem, quando precisou.

Outro fator importante que a segunda-feira provou é que sim, o bloqueio está de volta: depois de sofrer com as exploradas no primeiro fim de semana de disputas, Thaísa, Fabiana e cia parecem terem acertado o posicionamento e o movimento. Somente nas duas últimas partidas, foram 36 pontos assim e uma série de rebotes. A “bebezona” Wang que o diga…

Alguém pode argumentar que a China não contou com uma de suas principais jogadoras, Hui Ruoqui, machucada, não esteve em quadra, mas não acredito que a presença dela mudaria o panorama do jogo. A recepção chinesa esteve sofrível e isso muito em função do bom saque verde-amarelo, que já havia feito um estrago na República Dominicana.

Comente

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: