Histórias e bastidores do Sollys em frases

25/10/2012 às 23:54 | Publicado em Jaqueline, Luizomar de Moura, Osasco, Thaísa | 2 Comentários

Campeão mundial na semana passada no Catar, a equipe do Sollys/Osasco convidou a imprensa para um encontro com jogadoras e comissão técnica na manhã de quarta-feira (24). Eu estive lá e, como jornalista, posso dizer que o bacana deste tipo de pauta é poder conversar com as pessoas numa boa, sem aquela correria e o cansaço de beira de quadra.

Nestes papos saem muitas coisas interessantes que nem sempre possuem espaço para serem publicadas, mas fazem a gente entender os bastidores do esporte e a forma como as pessoas pensam. Selecionei algumas frases de destaque para compartilhar com vocês abaixo:

“Em cada derrota daquela – e algumas talvez tivessem o resultado mudado se já houvesse o tira-teima -, eu saí de cabeça erguida porque tinha dado o melhor contra um grande adversário. E agora que o Brasil está prestes a sediar grandes eventos, temos que fazer as pessoas entenderem que isso aqui é um jogo, onde um ganha e o outro perde. Nem sempre você sair derrotado é o fim do mundo. Você tira muitas lições de derrotas também”

(Luizomar de Moura, ao ser questionado sobre o que as três derrotas seguidas para a Unilever em finais de Superliga o ajudaram a viver o momento atual)

“Existe uma filosofia de trabalho. Quando você encontra uma menina dessas com 15 anos, ela tem muitos sonhos e você faz parte disso, encurtando o caminho e formando-as como mulheres. Quando as vejo bicampeãs olímpicas, fico feliz, mas fico muito mais feliz quando as vejo mulheres responsáveis, de caráter”

(Luizomar de novo, agora comentando sua relação que vem desde as categorias de base com as atletas que hoje formam os times de Osasco e da seleção brasileira)

“Eu lembro até hoje, o Murilo estava na seleção e eu em um hotel. O Luizomar foi até lá conversar comigo. Como o conheço desde as categorias de base, acreditei quando ele chegou e disse: “Jaque, confia que tudo vai dar certo. Nem sabemos quem vai ser o patrocinador, mas a prefeitura está nos apoiando, todo mundo está no apoiando”. Deu certo”

(Jaqueline, ao explicar como decidiu permanecer em Osasco nos dias de incerteza que vieram com o fim do apóia da Finasa, em maio de 2009)

“Sei dos meus defeitos, tenho joelho operado três vezes, tenho limitações de treinos. Eu não treino passe! Eu falo que eu tenho é um dom de Deus. Acho que só fiz treinos de passe no meu primeiro ano, depois me deram toda a confiança. Hoje, chego de manhã, faço minha musculação, fortaleço o meu joelho e à tarde treino com as meninas. Se eu fosse para outra equipe, não iriam me entender como me entendem aqui. Não sei se iriam se adaptar com o meu jeito de trabalho”

(Jaque, fazendo uma revelação surpreendente e deixando claro o porquê vai ser muito difícil tirá-la de Osasco)

“Eu agradeço muito tudo o que o Luizomar me ensinou quando eu era novinha. Meu pai era militar e minha mãe evangélica, então eu era muito fechada, “bravinha”, ficava no casulo… Ele me abriu os olhos e me ensinou como lidar com o mundo lá fora. Eu era muito difícil de lidar e hoje eu sei conviver mais em grupo”

(Thaísa, lembrando um passado não tão distante assim, ao mesmo tempo em que salienta a importância de técnicos na base)

“Esse lance do Luizomar ser educado, carinhoso na forma de falar, de cobrar, é como eu acho que tem que ser mesmo. Respeito muito o método de trabalho dos outros técnicos, dá resultado também, mas mulher pede isso, de ser mais delicado. Se eu estou de TPM e o cara grita no meu ouvido, eu vou querer matá-lo (risos) (…) Na gritaria, nada vai funcionar bem o tempo todo”

(Thaísa novamente, desta vez comparando diferentes métodos de trabalho e declarando suas preferências)

Quer mais? Também escrevi duas matérias do R7 sobre o tema. Em breve, volto para falar a respeito do sistema de tira-teima usado como teste no Mundial.

Título mundial do Sollys tem compras e encontro com parentes no Qatar

Após título mundial, técnico desabafa contra críticos: “Ser derrotado nem sempre é o fim do mundo”

Anúncios

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Muito legal os depoimentos, sobre o Luizomar, e o dele próprio. Temos a “mania cultural” (fruto de nossa monocultura esportiva) de palpitar, sempre pelo lado de fora e sem acompanhar o processo, sobre a qualidade dos técnicos, lastreados apenas em resultados; na verdade os resultados são construídos no dia a dia do trabalho e os detalhes de uma partida vão decidir o vitorioso naquela partida. Poucas vezes se vê o “conjunto da obra”. Para finalizar, só gostaria de complementar que estes depoimentos confirmam aquilo que eu penso de um treinador esportivo: não basta só ser competente no conhecimento da modalidade, no planejamento das ações e dos treinamentos. Um dos fatores diferenciais é a GESTÃO DE PESSOAS! Aí está o caminho para a fórmula do SUCESSO!

  2. O Luizomar pode até ser contestado como técnico, eu particularmente não sou favorável ao nome dele pra seleção principal. Pra mim ele é fundamental nas seleções de base, visto a quantidade de jogadoras de sucesso que ele ajudou na formação. Mas com certeza ele é um homem de carater ímpar. Um exemplo de filosofia e grandeza. Uma das atitudes mais bonitas que já vi no meio do vôlei foi na época que o Finasa estava tirando o patrocínio e ele falou com os dirigentes que se o problema fosse pelas seguidas derrotas que demitisse a ele próprio mas mantivesse o patrocínio e a equipe. Um exemplo cada vez mais raro hoje em dia. Não é a toa que hoje ele colhe os frutos sobretudo por essas atitudes.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: